Uma nota do nosso CEO sobre o seu reembolso

Seguir

Se estiver a ler este email, isso significa que cancelou a sua reserva connosco e quer receber o seu reembolso. Se, depois de ler esta nota, continuar a preferir receber o seu reembolso em dinheiro, pode ficar tranquilizado porque iremos honrar a nossa obrigação e pagar-lhe na totalidade o dinheiro que lhe devemos. No entanto, gostaria que me desse alguns minutos do seu tempo para lhe pedir que considere aceitar o seu reembolso sob a forma de um voucher Hostelworld no valor que lhe devemos, acrescido de 30%.

 

Como alguns de vocês poderão saber, a Hostelworld foi fundada há mais de 20 anos por um proprietário de um hostel e empresário na área da tecnologia. Desde então, ajudámos milhões de viajantes a desfrutar da experiência da estadia em hostels. Temos também muito orgulho em trabalhar com parceiros de hostels para exibir a sua experiência através dos nossos prémios Hoscar e de reunir os proprietários de hostels nas nossas conferências anuais e outros eventos locais por todo o mundo. Todos fazemos parte de uma grande comunidade de viagens.

 

Para a maioria de vós, estas viagens serão as aventuras mais memoráveis das vossas vidas. Ficar em Hostels é uma experiência única: é a combinação mágica de viagens planeadas espontaneamente e de conhecer pelo caminho outros viajantes com as mesmas ideias. Talvez isto signifique beber uma cerveja e trocar histórias de viagens ou encontrar um amigo que partilhe connosco a próxima etapa da viagem. Para muitos, é o início de amizades que duram toda a vida e de aventuras intermináveis. Estas viagens são mais do que experiências fabulosas, também nos ajudam a crescer. Este tipo de viagem, especialmente as que fazemos sozinhos, constroi carácter. Aumenta a confiança, cria resiliência e torna-nos mais adaptáveis.

 

Para alguns, estas viagens acabam por definir a nossa vida. Não só nos mudam enquanto pessoas, também nos motivam a querer fazer alguma coisa para tornar o mundo num sítio melhor. O setor dos hostels é o exemplo perfeito. Poderá gostar de saber que muitos dos hostels onde fica hoje foram criados por mochileiros como nós. Estes viajantes transformados em proprietários de empresas criaram os seus hostels para dar continuidade à experiência para a próxima geração de viajantes. Não há outra forma de viajar ficando em sítios tão incríveis e económicos, conhecendo outros viajantes e participando em experiências, como aprender a fazer surf em Portugal, fazer massa em Roma, dançar salsa na Nicarágua ou descobrir a cultura Masai na Tanzânia.

 

Estes foram os motivos pelos quais entrei para a Hostelworld há quase dois anos. Trabalhar com um grupo empenhado de proprietários de hostels, que são apaixonados por mudar as vidas das pessoas para melhor através das viagens.

 

Nos últimos 12 meses, temos investido fortemente para lhe trazer melhores aplicações e Websites, e ainda há mais para fazer. Também investimos em empresas para oferecer aos proprietários de hostels acesso a empolgantes novas tecnologias para que a sua estadia seja ainda melhor. E nos próximos dois anos, planeamos investir ainda mais para que seja mais fácil para si descobrir os eventos e as atividades que os hostels organizam, assim como oportunidades de voluntariado, experiências de trabalho/estadia e programas educativos. Experiências fabulosas por todo o mundo, em que planeamos também aproveitar o poder da tecnologia para o ajudar a ligar-se a outros viajantes pelo caminho.

 

No entanto, os últimos meses, toda a indústria de viagens colapsou devido ao surto de Covid-19. O desafio que nós e os nossos parceiros de hostels enfrentamos é óbvio: governos de todo o mundo estão a tomar as medidas necessárias para conter a dispersão do vírus, incluindo o distanciamento social, confinamentos e restrições das viagens a nível global. Estas medidas tiveram o impacto imediato de reduzir a procura de hostels e de empresas de viagens como nós. Penso que todos concordamos e compreendemos que são necessárias para reduzir o número de pessoas que precisam de cuidados hospitalares em simultâneo o que, por sua vez, salva vidas.

 

Como a maioria das outras empresas, tivemos de tomar medidas muito dolorosas em termos de despedimentos, redução de horas e deferimento de salários para os nossos funcionários. Os nossos parceiros de hostels também foram forçados a adaptar-se. Em alguns casos, os hostels estão a fechar durante alguns meses até que passe a tempestade. Outros não têm escolha... as diretrizes dos governos obrigam-nos a fechar e, infelizmente, é provável que alguns hostels nunca mais voltem a abrir. Apesar das dificuldades coletivas, o setor dos hostels demonstrou capacidade para se unir em momentos de adversidade global. Vimos muitos hostels a abrirem portas para apoiar as comunidades locais e também temos trabalhado com hostels para lhe encontrar uma cama se tiver ficado desamparado longe de casa. 

 

Agora, precisamos da sua ajuda. Nunca vimos este enorme volume de cancelamentos, o que é compreensível dadas as restrições governamentais implementadas. Não estávamos preparados para isto e lamento sinceramente que tenha tido de esperar pelo reembolso do seu depósito, quando em circunstâncias normais este teria sido pago alguns dias após recebermos o seu pedido. 

 

Embora o volume inédito de cancelamentos coloque uma pressão muito significativa sobre a nossa empresa neste momento, iremos sempre fazer o que está certo para os nossos clientes, o que me traz ao objetivo desta nota: pedir-lhe que considere aceitar um voucher de viagem no valor do que lhe devemos acrescido de 30%, válido nos próximos 24 meses. Se optar pelo voucher de viagem, está a fazer um pequeno pagamento antecipado para uma futura experiência num hostel, o que ajuda o setor dos hostels. Também nos dá a oportunidade de continuar a criar uma comunidade de viagens para os parceiros de hostels e viajantes como você, que querem explorar o mundo com outras pessoas que conhecem pelo caminho.

 

Se ainda assim preferir o dinheiro, compreendo perfeitamente e prometo que iremos enviar-lho assim que seja possível quando os padrões de viagens normais começarem a ser retomadas. Por favor saiba que estamos a trabalhar arduamente para encontrar uma maneira de lhe devolver o dinheiro mais cedo. O mais tardar, iremos pagar-lhe o reembolso até 30 de abril de 2021. Se optar pelo reembolso em dinheiro, tem o meu compromisso pessoal de que a Hostelworld irá iniciar o processamento dos reembolsos assim que forem retomadas as viagens. O dinheiro é seu, estamos em dívida perante si e sabemos que ter de esperar não é uma excelente experiência para o cliente. Seremos transparentes e honestos consigo quanto ao estado do seu reembolso e iremos enviar-lhe notícias regulares por email até o receber.

Resumi abaixo as opções para si, aplicáveis a todas as reservas que tenha cancelado:

 

Opção 1: “Bónus Voucher” – Opte por um voucher não reembolsável e disponibilizar o voucher na sua conta Hostelworld o seu depósito na totalidade, acrescido de 30% do valor do seu depósito. Terá 24 meses para utilizar o voucher.  Escolher o bónus voucher

 

Opção 2: “Apenas voucher” – Opte por voucher reembolsável da Hostelworld. Iremos dispobilizar na sua conta Hostelworld a totalidade do seu depósito. Se não utilizar o seu voucher até 16 de abril de 2021, iremos automaticamente reembolsar-lhe o seu depósito original até 30 de abril de 2021. Escolher apenas voucher

 

Opção 3: “Reembolso mais tarde” – Opte por aguardar pelo reembolso e iremos enviar-lho assim que seja possível, quando os padrões normais de viagens começarem a melhorar. Se tal não acontecer, o mais tardar irá receber o reembolso do seu depósito até 30 de abril de 2021. Escolher o reembolso mais tarde

 

Nos últimos 20 anos, temos dado vida ao “Meet the World” para milhões de viajantes. Ao optar por um crédito de viagem, pode ajudar-nos a continuar a fazê-lo para as próximas gerações. 

 

Espero que se encontre em segurança, bem e a cuidar dos seus entes queridos e das comunidades onde vive. 

 

Muito obrigado pelo tempo reservado para ler esta carta e pela confiança que depositou em nós até agora.  

  

Fique bem,

Gary

CEO do Grupo Hostelworld

 

 

 

Tem mais dúvidas? Submeter um pedido

Comentários

Powered by Zendesk